Cultura

You are currently browsing the archive for the Cultura category.

Com o objetivo de estimular a criatividade dos alunos e professores das Escolas Índigenas do Pólo Santa Luzia, a Caravana de Arte Educadores em conjunto com a coordenação da Educação Índigena da SEMED estarão realizando oficinas de dança, teatro, artes plásticas e artesanato na comunidade de Muratuba nos dias 18 e 19 de setembro. Durante a programação teremos a participação das Escolas Índigenas das comunidades de Jaca, Paraná-Pixuna, Jauarituba, Santo Amaro, Mirixituba e Limãotuba. As atividades serão desenvolvidas com as crianças de 7 a 14 anos, Professores e Lideranças Índigenas. A comunidade escolar de Santa Luzia está se preparando pois, sabe que irá receber no mínimo 300 participantes no referido evento.

Em Muratuba além de existir uma rica cultura, existe também muita criatividade e diversão.  Os comunitários sempre estão trabalhando juntos e realizando programações que envolvam toda a comunidade.

Durante o aniversário da rádio comunitária Raio de Sol, que acontece no dia 04 de dezembro, a comunidade de Muratuba realiza o Concurso do Dog Fashion, a única comunidade que apresenta esse tipo de espetáculo.

Em todos os aniversários da rádio comunitária, os cachorros são as principais atrações. E por incrível que pareça o mais esperado por todos.

As imagens a seguir são do primeiro aniversário, realizado no dia 04 de dezembro de 2003.

Imagens do primeiro aniversário, alunos com os cachorros que participaram do concurso

Os alunos do Ensino Médio de Muratuba, juntamente com os professores do modular, estão trabalhando na construção de uma OCA, próximo a escola, a mesma será bastante útil para os moradores e principalmente para a escola. Iranilce Rodrigues, aluna do ensino médio que também está trabalhando, fala que: “o objetivo dessa OCA é mostrar para as pessoas a nossa realidade, como somos e como vivemos na comunidade indígena de muratuba, pois, essa OCA será um grande símbolo de que nós vivemos a cultura do nosso povo.”

Está acontecendo hoje dia 25 de maio , em Muratuba o 1º encontro de Formação Continuada para os professores indígenas de 7 comunidades: Jaca, Paraná Pixuna, Jauarituba, Santo Amaro, Mirixituba, Muratuba e Limãotuba, da região do tapajós.Cerca de 54 pessoas estão participando, entre elas estão os professores, secretário(as), auxiliar de secretário(a), caciques e lideranças das comunidades.

A comunidade escolar de Muratuba está empenhada nos preparativos para a programação do próximo dia 19. Durante o evento diversas atividades culturais serão apresentadas, como: ritual, danças, poesias, exposição de cartazes e de materiais produzidos pelos alunos, vídeos, palestras, comidas e bebidas típicas. Isso tudo é resultado de mais um desafio superado e, que retrata o quanto Muratuba continua firme no seu propósito de assumir-se como comunidade indígena.

Com objetivo de angariar recursos financeiros e suprir uma necessidade da comunidade. O grupo de mulheres vem desenvolvendo o trabalho de fabricação de pão caseiro. O qual vem dando certo, mesmo em fase de aprendizagem, já está superando as espectativas do grupo e da comunidade. Essa iniciativa surgiu visando o aproveitamento da unidade de beneficiamento de frutas, mas como não deu certo, achamos que seria melhor fabricar o pão.
Sendo que até o momento só estamos trabalhando com apenas 4 mulheres.
LINDETE CASTRO FERNANDES ” GRUPO DE MULHERES.”

RAILANE CRISTINA RODRIGUES SANTOS. ” GRUPO DE JOVENS. “

A festa de Santa Luzia, é uma das festividades mais frequentadas na região ribeirinha do rio Tapajós. Padroeira da comunidade de Muratuba, localizada na Reserva Extrativista Tapajós/Arapiuns município de Santarém/PA. A programação começou desde do dia 05 de Dezembro e encerra neste sábado (13), Dia da Festa com alvorada e salva de fogos às 05:00h e a partir das 12:00h programação social.

Read the rest of this entry »

Desde quando a rádio comunitária Raio de Sol foi implantada em Muratuba, tudo é festa. Todo ano festeja-se essa grande conquista. Esse ano já é o 5º aniversário, e a cada ano que passa, ela vai ficando mas conhecida pelo povo ribeirnho. A festa acontece dia 04 de dezembro.

Read the rest of this entry »

Tags:

Segundo o depoimento de pessoas mais antigas da comunidade, o boto que seduz as moças ribeirinhas, é encantado, e nas primeiras horas da noite ainda em cima dos paus das beiradas, de preferência sobre os burutizeiros tombados nas margens, se transforma em pessoa, ou seja, em homem.

Read the rest of this entry »

Newer entries »