Muratuba trabalha na reconstrução da escadaria comunitária

Muratuba, vive na expectativa da implantação de mais um projeto reivindicado junto aos representantes da administração pública municipal, a reconstrução da escadaria.

Para os comunitários, a execução da referida obra é fundamental, pois contribui de forma significativa para a organização e o desenvolvimento da comunidade. Sendo este o porto principal, que garante o acesso com maior segurança ao centro comunitário, evidentemente, essa é mais uma conquista do povo Muratubense que lutou e acreditou na força que tem sua organização.

Visando mais detalhes, o  Jornal Arte Vida, na sua 7ª edição/2010, entrevistou Fernando do Carmo Fernandes, presidente da Associação Comunitária ASMOCOM.

JAV: Diante dos transtornos e dificuldades causados pelo desabamento de grande parte da escadaria, fale da importância da reconstrução dessa obra para a comunidade.

FERNANDO: Com a nova construção da escadaria, quero dizer, que é mais uma conquista que conseguimos para servir nossa comunidade e outros visitantes, sendo de grande importância e utilidade. Isso demonstra o quanto estamos organizados em busca de melhorias para a comunidade.

JAV: Na sua opinião, o que tem contribuído para os avanços, as conquistas alcançadas pela comunidade.

FERNANDO: O que tem contribuído para os avanços é o empenho em fortalecer a  nossa organização, principalmente com as parcerias, tanto na comunidade como no poder público, isso tem sido fundamental para a conquista de novos projetos que estão beneficiando nossa comunidade.

JAV: Sabendo que, a construção da 1ª escadaria foi destruída pela ação da natureza, o que você recomenda aos comunitários, visando a preservação desse patrimônio?

FERNANDO: A minha recomendação aos comunitários é que todos tenham responsabilidade de zelar por mais esse patrimônio, não danificando e sim ajudando na conservação para que tenhamos essa escadaria por muitos anos, pois cada um de nós deve lembrar de que ela também depende do meu, do seu , do nosso cuidado.

Por: Rosivethe Castro Fernandes, repórter do Jornal Arte Vida.

  1. jeferson’s avatar

    pode visitar essa comunidade e vi de perto as dificuldades por elas enfretadas ; pode perceber que geograficamente a escadaria esta em local muito ingrime, acho que deveria mudar de local ;como por exemplo: proximo ao lago que oferece condições geograficas excelentes , e não correria o risco de desmoronamento.

    Responder

Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*